Moradores pressionam e oficina de bairro Barra/Pituba tem nova data

No último dia 25 de julho (sábado), teve fim o segundo ciclo de oficinas de bairro, que faz parte do Plano de Mobilização e Participação Social do Plano Salvador 500, da Prefeitura de Salvador. A oficina que compreende a região Pituba/Barra contou com a participação de aproximadamente 100 pessoas e foi marcada por uma intensa discussão sobre a real aplicação da atividade na discussão do PDDU, da Louos e do Plano Salvador 500.

Ao final da oficina, por volta das 13h, apenas quatro dos nove pontos de proposta haviam sido preenchidos e houve votação para a realização de nova oficina para a continuidade da discussão. A proposta ganhou por 26 votos contra 4. Por esse motivo, a Prefeitura divulgou, através do seu site oficial e por e-mail aos inscritos na oficina, uma nova data para a continuação da oficina Barra/Pituba – dia 1º de agosto.

IMG_20150725_091750912

PROBLEMAS DE METODOLOGIA – Coordenada pela equipe técnica do Plano Salvador 500, a oficina começou com uma apresentação dos principais dados que surgiram a partir do primeiro ciclo de Oficinas de Bairro, realizado no final de 2014. Entre os dados, pouca consistência havia sobre o que eles queriam dizer, considerando que a abrangência da região que a prefeitura-bairro compreende é muito grande. A metodologia da pesquisa não foi apresentada, de modo que os dados se tornaram vagos, e seus objetivos e abrangência sem muita consistência.

Desta forma, os moradores presentes, incluindo os que têm acompanhado as audiências públicas e um grupo do Rio Vermelho que contesta as obras de requalificação da orla, questionaram a condução da atividade, alegando que, sem ouvir a população, a PMS não pode se comprometer de fato com as demandas da sociedade. Foi solicitado que a equipe coordenadora acrescentasse o item “metodologia” à planilha, para tornar possível um lugar de discussão sobre a efetividade de uma oficina bairro que não oferece espaço para o debate. Ficou evidente que a metodologia da própria oficina em si não privilegia a participação dos moradores.

IMG_20150725_103639252

Enquanto os poucos presentes buscavam utilizar o espaço para dialogar com os técnicos da Prefeitura, estes limitaram a participação à apresentação de propostas que estavam sendo catalogadas. Questionada pelos moradores, a equipe afirmou que aquele espaço não era de debate, causando muita insatisfação. Algumas pessoas abandonaram a reunião, e as restantes exigiram que a oficina fosse interrompida e agendada nova data, para que fosse possível uma real discussão daqueles pontos.

Assista logo abaixo ao vídeo com um trecho do debate entre equipe técnica do Plano Salvador 500 e participantes da oficina de bairro “Barra/Pituba”. A Região chamada “Barra/Pituba” compreende os bairros de Alto das Pombas, Amaralina, Barra, Calabar, Caminho das Árvores, Canela, Chapada do Rio Vermelho, Costa Azul, Engenho Velho da Federação, Federação, Graça, Itaigara, Jardim Armação, Nordeste de Amaralina, Ondina, Pituba, Rio Vermelho, Santa Cruz, Stiep, Vale das Pedrinhas e Vitória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *